Banner Interna Artigo
Inovação Aberta

Instituto Hélice e Aliança Empresarial Norte RS

Encontro reúne hubs e institutos de inovação gaúchos para troca de experiências em Caxias do Sul

Instituto Hélice e Aliança Empresarial Norte RS
Conexão Estratégia Hélice Organizações Randon Transformação 04.02.2021

Com foco em troca de experiências e fomento de iniciativas inovadoras, o Instituto Hélice e as Empresas Randon receberam nesta quinta-feira (4) os representantes do Programa Aliança Empresarial Norte RS. A comitiva de empresas da região norte do Rio Grande do Sul foi recepcionada na Conexo, hub de inovação aberta lançado em outubro de 2020 pelas Empresas Randon em Caxias do Sul.

O encontro foi conduzido pelas lideranças do Instituto Hélice, que compartilharam as principais experiências e resultados obtidos na construção do ecossistema de inovação da Serra Gaúcha. As lideranças das Empresas Randon também compartilharam a sua "Jornada da Transformação", contando a trajetória até o momento desse movimento realizado pela companhia. Os visitantes conheceram de perto o trabalho da Randon Ventures, empresa criada pela companhia para investir e acelerar startups, e realizaram uma visita guiada aos espaços da Conexo.

"Inovação envolve diferentes atores e, por isso, é importante trabalharmos de forma colaborativa para construirmos novos produtos, serviços e soluções disruptivas. Ao contar a jornada de transformação das Empresas Randon, mostramos que esse caminho é cheio de desafios e de aprendizados. Nossa experiência nos mostra que, antes de tudo, é necessário olhar para dentro, reconhecendo as raízes e a cultura interna de cada organização e, a partir disso, vislumbrar experiências exploratórias em outros ambientes. Assim, fomentamos o espírito intraempreendedor de cada colaborador, buscamos aplicar novas ferramentas, métodos e processos e fortalecemos o ambiente em que nossas empresas estão inseridas”, destaca o CTO das Empresas Randon, Daniel Ely, que também exerce o cargo de presidente do Conselho do Instituto Hélice.

A atividade está alinhada ao propósito do Programa Aliança Empresarial, que busca fomentar, por meio da colaboração entre a iniciativa privada, o ecossistema de inovação e tecnologia da região Norte do Rio Grande do Sul. Das nove empresas aliançadas, sete delas (Coprel, Cotrijal, Farmácias São João, Grupo Grazziotin, IMED, Metasa e Oniz Distribuidora) marcaram presença no encontro nesta quinta. “Conectar as ações das empresas da Região Norte com as que já possuem uma organização representativa no Estado nos inspira a continuar desenvolvendo e melhorando nossos programas de inovação e de transformação das corporações”, acredita a diretora do Hub de Inovação da IMED e articuladora da Aliança Empresarial Norte RS, Márcia Capellari.

A ideia, segundo ela, é que a oportunidade contribua para que, ao retornar às suas rotinas empresariais, os participantes possam reavaliar como incluir as melhores práticas de gestão e inovação na cultura em que estão inseridos. “Acreditamos que inovação não é sobre ter a melhor tecnologia, mas sim sobre ter as pessoas comprometidas e com performance para gerar mais e melhores notas fiscais, que vão contribuir para o desenvolvimento econômico da região”, acrescenta Márcia.

A troca de experiências entre duas iniciativas genuinamente empresariais voltadas ao fomento da inovação é um dos benefícios apontados pelo executivo do Instituto Hélice, Thomas Job Antunes, que também reforça o foco dos movimentos em transformar o ecossistema de inovação das suas regiões e a necessidade de colaboração: “Ao tomar conhecimento do que o outro está fazendo podemos buscar ações em conjunto, buscar conhecimento e trocar experiências. Para nós essa é uma ótima oportunidade de realizar esse intercâmbio com o ecossistema vizinho e contribuir para o crescimento da inovação no Rio Grande do Sul”, salienta.

 

Sobre a Aliança Empresarial Norte RS

O programa faz parte do ecossistema do Hub de Inovação IMED, idealizado para empreendedores e líderes de alta performance dos mais diferentes segmentos de mercado, que buscam impactar positivamente a vida das comunidades, fortalecendo o desenvolvimento econômico e social, com foco na transformação cultural e digital para inovação no RS.

 

Sobre o Instituto Hélice

O nome Hélice foi escolhido por trazer conceitos que estão aderentes à proposta do Instituto, que visa aproximar empresas e startups, movimentando o ecossistema de inovação da Serra Gaúcha. Em uma hélice todas as pás possuem a mesma importância e saem do mesmo centro, ou seja, o protagonismo é coletivo. Ao se moverem em conjunto, causam transformação, inovam e criam. Além disso, a geração de vento também remete à renovação, abundância, sustentabilidade. O Instituto Hélice conta com empresas mantenedoras: Florense, Marcopolo, Metadados, Randon e Soprano; empresas associadas: Lojas Colombo, Dupont Spiller Advogados, Focco Soluções de Gestão, John Deere, Rede Sim, Sicredi Pioneira RS, Sistema Saúde Integral (SSI), thyssenkrupp Elevadores e Unimed Nordeste RS; instituições de ensino: FSG Centro Universitário, TecnoUCS e Grupo Uniftec; grupo de investimento: VENTIUR Aceleradora; e os apoiadores são: Centro Empresarial de Flores da Cunha, SIMECS, Cenex, AdriSilva Agência de Conteúdo.

 

Sobre as Empresas Randon

Com mais de 70 anos de história, as Empresas Randon alcançaram presença global e liderança nos setores de reboques e semirreboques, autopeças e serviços. A organização tem sede na cidade de Caxias do Sul (RS) e está presente em mais de 100 países, sempre priorizando a proximidade e a confiança com seus públicos, a valorização das pessoas e o lucro com sustentabilidade. A companhia tem como propósito conectar pessoas e riquezas para gerar prosperidade e faz isso por meio das empresas Randon Implementos, Fras-le, Castertech, Suspensys, Master, JOST Brasil, Randon Ventures, Randon Consórcios, Banco Randon e suas controladas.

 

As Empresas Randon contam com o maior centro tecnológico do setor automotivo da América Latina, o CTR, e atuam no ecossistema de inovação com o Instituto Hercílio Randon e com a Randon Ventures, além de trabalhar na transformação social com iniciativas realizadas pelo Instituto Elisabetha Randon. A empresa faz parte do Nível 1 de Governança Corporativa da B3, figurando entre as maiores empresas privadas brasileiras.

Voltar

Fique por dentro dos nossos artigos